Igreja Doméstica

Matrimônio, pra quê? Por Amor ou apenas um Dever...

A Igreja Doméstica é um pedaço da verdadeira Igreja Católica na sua casa. Matrimônio.

Se você quiser ter uma Igreja Doméstica Católica, antes de tudo, é preciso seguir os mesmos ensinamentos da verdadeira Igreja Católica. 

altar igreja domestica

Para isso, o católico deve prestar muita atenção ao sacramento do matrimônio, principalmente nesses tempos, onde a união entre homem e mulher foi muito prejudicada. Já que as pessoas por má influência, preferem ir morar juntos ou apenas fazer o casamento civil, desprezando a importância do matrimônio diante de Deus.

Com isso, perdeu-se o costume do casamento religioso, mergulhando as famílias numa grande destruição da sua fé, já que quem vive nas modas do mundo, se afasta de Deus. 

De nada adianta frequentar a igreja todos os dias e rezar sempre. Já que é no comportamento e, no bom exemplo, que o fiel realmente prática a sua fé em Cristo.

família católica

Não se deve confundir o prazer e felicidade momentânea com o matrimônio. muitas pessoas vivem um romance passageiro, e acreditam que estão em uma relação séria ou nem isso… só curtição mesmo

Mas diante de Deus, não passa de um mau comportamento, que mancha as almas com  pecados mortais, que são suficientes para levá-los diretamente ao Inferno. Sem direito ao perdão, pois quem morre em pecado mortal, sem tempo de arrepender-se,  condena  a si mesmo ao Fogo do Inferno.

alma no inferno

O Matrimônio é um Sacramento instituído por Nosso Senhor Jesus Cristo que cria uma união santa e indissolúvel entre o homem e a mulher, e lhes dá a graça de se amarem um ao outro santamente, e de educarem seus filhos na Fé Católica.

deus casamento adão e eva

O Matrimônio foi instituído pelo próprio Deus no Paraíso terrestre; e no Novo Testamento Cristo o elevou à dignidade de Sacramento. Que significa a união indissolúvel de Jesus com a Santa Igreja, sua esposa e nossa Mãe querida.

romanos 7,2 ss, 1cor7; ef 5,22; c1 3,13

Porque chama Matrimônio

Chama-se Matrimônio, porque o objetivo principal da mulher ao casar, é tornar-se mãe, ou seja, a função própria de uma mãe é conceber, dar à luz, e criar a sua prole.

maria grávida

O matrimônio também se chama conjúgio, de origem do latim, coniungere, porque a legítima esposa e o marido estão unidos um ao outro, por meio de uma submissão entre o homem e a mulher.

Já o termo Núpcias, deriva do latim núbere, que significa velar, cobrir com um véu. Como disse Santo Ambrósio, as donzelas costumavam cobrir-se com um véu, em sinal de recato; ao mesmo tempo, davam assim a entender que deviam obediência e submissão a seus maridos.

Para os teólogos da Igreja Católica, o Matrimônio se define como: 

definição de matrimônio casamento

Matrimônio é a união conjugal do homem com a mulher, entre pessoas canonicamente habilitadas, e que estabelece uma inseparável comunhão de vida.

Matrimônio indissolúvel

O vínculo do Matrimônio é indissolúvel, ou seja, somente a morte de um dos cônjuges pode rompê-lo, porque assim foi estabelecido por Deus desde o ínicio, e foi proclamado solenemente por Jesus Cristo Nosso Senhor.

até que a morte os separe

Logo, no matrimônio entre cristãos, o contrato não se pode separar do Sacramento, porque para eles o Matrimônio não é outra coisa senão o mesmo contrato natural, elevado por Cristo à dignidade de Sacramento. Dessa maneira, não há matrimônio que não seja Sacramento.

Quais são os efeitos do Matrimônio produzidos sobre o casal: 

1.º dá um aumento da graça santificante; 

2.º confere a graça especial para se cumprirem fielmente todos os deveres matrimoniais.

O Ministro do Matrimônio é o Padre?

Não. Os ministros do sacramento do Matrimônio são os próprios esposos, que concedem um ao outro o Sacramento.  A administração deste Sacramento ocorre pela declaração dos esposos na presença do próprio pároco, ou de outro Sacerdote devidamente autorizado, e de duas testemunhas, que se unem em matrimônio.

A benção do Padre é necessária?

A bênção que o sacerdote dá ao casal não é necessária para constituir o Sacramento, mas ela é dada para consentir em nome da Igreja a sua união, e para atrair sobre o casal mais bênçãos de Deus.

Por que devo me casar?

Quem contrai o Matrimônio deve ter a intenção:

1.º de fazer a vontade de Deus, que o chama a tal estado;

2. º de procurar nele a salvação da própria alma;

3.º de educar cristãmente os filhos, se Deus lhes der.

Obrigações do católico no Matrimônio

As pessoas unidas em matrimônio devem:

1. º guardar inviolada a fidelidade conjugal, e proceder sempre cristãmente em tudo; 

2. º amar-se mutuamente, suportando-se um ao outro com paciência, e viver em paz e harmonia;

3. º se têm filhos, cuidar seriamente de prover às suas necessidades, dar-lhes educação cristã, e deixar-lhes a liberdade de escolher o estado de vida a que Deus os chamar.

Eu convivo com meu esposo somente pelo casamento civil? Há problema?

Sim, há muitos problemas… O casal que convive junto somente pelo casamento no civil está em estado habitual de pecado mortal, e dessa maneira, essa união irregular sempre será ilegítima aos olhos de Deus e da Igreja. 

Segundo as sagradas escrituras, quem morre em estado de pecado mortal não tem salvação, vai direto para o inferno.

Por isso, o cristão deve sempre celebrar o casamento na Igreja Católica, para não ficar sem o Santo Sacramento e condenar a sua alma à perdição eterna.

Preciso fazer o contrato civil - casamento civil?

A Igreja orienta, sim, os esposos, a fazerem também o contrato civil, porque, embora não seja Sacramento, no entanto, ele serve para garantir ao casal e a seus filhos os efeitos civis da sociedade conjugal. Por isso, o sacerdote não permite o casamento religioso se não tiver sido realizado o contrato civil.